Loading...

Fold Chia Sementes 250g

As sementes de chia são a maior fonte do planeta em ácidos gordos essenciais ómega 3, cruciais para um cérebro e coração saudáveis. São ricas em fibra, facilitam o trânsito intestinal e facilitam a perda de peso. Experimente este superalimento, fonte de energia, usado pelos guerreiros astecas.

O que é a Chia?

A Chia é uma planta originária da América Central e do Sul, onde foi cultivada pela primeira vez para uso humano há mais de 4.000 anos pelos astecas, maias e outras tribos índo americanas. A alimentação diária destas civilizações consistia em quatro alimentos básicos: sementes de amaranto, feijão, milho e chia.

As sementes de chia eram consumidas inteiras, sozinhas, misturadas com amaranto, moídas em pó ou em bebidas. Também eram prensadas a frio para obtenção do óleo. Os seus efeitos positivos na energia, resistência e bem-estar geral eram muito apreciados. Eram ainda utilizadas na medicina tradicional.

As sementes de chia eram altamente valorizadas por estas civilizações antigas, e usadas como moeda, oferendas religiosas e cerimônias de enterro.

O nome chia tem origem na palavra maia, que significa “forte”. Os guerreiros astecas dependiam da semente de chia para se manterem ativos durante as batalhas.

Atualmente a chia continua a ser uma importante fonte de alimento para os Tarahumara, uma tribo de nativos americanos que vivem nos desfiladeiros íngremes do deserto do norte do México. Os Tarahumura são conhecidos pelas suas capacidade de correr longas distâncias, percorrendo centenas de quilômetros no calor do deserto. A sua resistência atlética é em parte atribuída, à inclusão da semente de chia na sua dieta diária. A composição nutricional da chia faz com que esta seja uma fonte de energia de libertação prolongada, para além de conter proteína, importante para a construção dos músculos. A Chia é também o alimento do planeta mais rico em ácidos gordos essenciais ómega 3.

Conta-se que a tribo Tarahumara parte para as caçadas levando apenas uma pequena bolsa de sementes de chia que é o suficiente para os sustentar vários dias no deserto, fornecendo-lhes energia e saciando-lhes a fome.

A planta da chia é uma cultura anual e cresce rapidamente produzindo as sementes que são colhidas após um ano de plantação.

Na América Central o seu uso é generalizado e pode ser encontrada no estado selvagem nos solos arenosos do deserto ou em áreas montanhosas inferiores a 2.500 metros de altitude.

A planta madura tem um metro de altura e apresenta espigas que produzem uma flor azul brilhante em forma de cálice contendo quatro sementes de chia. As sementes têm cerca de 2 milímetros de comprimento, a forma oval e são lisas de cor cinzenta escura brilhante, com manchas pretas.

As pessoas do “mundo novo“ provavelmente não prestaram, no passado, muita atenção à composição nutricional destas minúsculas sementes, mas hoje em dia perceberam os enormes benefícios para a saúde que a sua ingestão regular proporciona.

 

Quais as suas propriedades?

As sementes de Chia são um superalimento muito equilibrado, fonte de muitos nutrientes vitais. Fornecem uma combinação notável de ácidos gordos essenciais, proteína, antioxidantes e fibra.

As sementes de chia contêm quantidades impressionantes de ácidos gordos essenciais poliinsaturados ómega-3, que representam 60% de toda a gordura da sementes. Estes ácidos gordos essenciais não podem ser sintetizados pelo organismo humano e por isso têm ser adquiridos através da alimentação. São cruciais para o crescimento e em todos os períodos da nossa vida para um cérebro e um coração saudáveis.

Os ómega-3 são também necessários para a construção das membranas das células e a sua inclusão regular na dieta tem sido associada a um risco diminuído de ataque cardíaco e de acidente vascular cerebral, assim como redução na incidência da doença de Alzheimer.

Até há pouco tempo pensava-se que o óleo de peixe e o peixe fossem as únicas fontes naturais de ómega-3 mas actualmente sabe-se que algumas fontes vegetais, como as sementes de linhaça e de chia possuem estes ácidos em quantidades ainda maiores.

A semente da chia contém elevados níveis de fibra, sendo uma das mais ricas fontes de fibra dietética do planeta, o que faz dela um alimento miraculoso quando se trata de manter a saúde e o bom fucionamento do sistema digestivo. Se misturar uma colher de sopa de sementes de chia com água, sumo ou qualquer outro líquido, elas podem absorver a água até doze vezes o seu peso formando uma massa gelatinosa em poucos minutos. Esse gel é a fibra da semente que depois de ingerido viaja através do trato intestinal a um ritmo muito mais lento do que os grãos de cereais, reduzindo a taxa de absorção do açucar. Isto explica como a chia é capaz de saciar a fome durante períodos tão longos, pois o aumento do tamanho das sementes faz com que o estômago fique preenchido.

A substância pastosa que se forma quando as sementes de chia absorvem a água ou os ácidos do estômago, é conhecida como mucilagem e ajuda à absorção intestinal dos outros nutrientes e retarda a conversão dos hidratos de carbono em açúcares simples. Investigações referem que o consumo das sementes chia contribuem para a perda do excesso de peso: aumentam a sensação de saciedade, aceleram o metabolismo das gorduras e melhoram a disgestão,, e podem beneficiar os diabéticos.

A chia embebida hidrata o organismo e repara o equilíbrio eletrolítico do nosso corpos. Quando as sementes são consumidas depois de “encharcadas” estas vão lentamente libertar água no corpo quando forem digeridas.

As sementes de chia são um dos superalimentos favoritos dos desportistas, especialmente os que praticam desportos de resistência uma vez que ajudam o corpo a manter os seus níveis de hidrataçãp e a manter o equilíbrio eletrólitico.

Embeba as sementes de chia em água ou noutro líquido durante pelo menos 10 minutos. Somente a chia ensopada tem o efeito hidratante anteriormente mencionado.

As sementes de chia ajudam a estabilizar o açucar do sangue, fornecendo energia suplementar, constante ao longo do dia. Ao contrário de outros grãos, como o arroz, a aveia, o trigo e o milho, as sementes de chia são relativamente baixas em hidratos de carbono - apenas 5% do seu peso seco e por isso ideais para perda de peso uma vez que os hidratos de carbono complexos presentes na chia só muito gradualmente se transformam em açúcar, evitando picos de açúcar no sangue que podem causar a fome.

As sementes de chia são também uma fonte de proteína, facilmente digerível, que representa 20% do seu peso.

As sementes são ainda extremamente ricas noutros nutrientes: são uma fonte completa de proteína e de antioxidantes. Contêm duas vezes mais potássio do que as bananas, cinco vezes maior quantidade de cálcio do que o leite e três vezes maior quantidade de ferro do que os espinafres! Contêm também muitas outras vitaminas e minerais: fósforo, magnésio, cálcio, zinco, manganésio, vitamina A, K, D, E e vitaminas do grupo B (excepto a vitamina B12). Os ácidos gordos das sementes de chia permitem a absorção eficaz destas vitaminas.

As sementes de chia são o superalimento terapêutico – promovem a saúde cardiocvascular, facilitam a perda de peso, regulam a pressão arterial, fornecem energia e favorecem a digestão.


Seleccionar
quantidade
Euro € 7,92
€ 9,90
Dollars USD 8,86
USD 11,07
Reais Real 29,19
Real 36,49
0 Opiniões
Wishlist
BENEFÍCIOS PARA A SAÚDE

As sementes da chia fortalecem fisicamente os nossos corpos e são fonte de saúde. Os seus potenciais benefícios para a saúde incluem:

  • Regulação da pressão arterial
  • Promoção da saúde cardiovascular
  • Regulação do açucar no sangue
  • Auxilia a digestão
  • Hidratação do corpo
  • Promoção do bem estar emocional
  • Fornecimento de energia constante
  • Favorece a perda de peso
  • Auxílio no comabate à diabetes
  • Alívio da artrite reumatóide
  • Redução a inflamação do sistema digestivo

Experimente os inúmeros benefícios desta semente deliciosa.

Adicione diariamente uma colher de sopa (cerca de 11 g) de sementes de chia Föld a cereais, muesli, saladas de fruta ou de vegetais, molhos, iogurtes ou sopa. Uma colher de sopa de sementes de Chia pode substituir um ovo na elaboração de sobremesas. O consumo diário não deve exceder os 15 g.

Pode enriquecer muitos pratos clássicos com a chia: cereais, muesli, saladas, bolos, sopas, etc.

Aconselhamos a utilização das sementes de chia em pratos já acabados para que estas não sofram nenhum aquecimento e mantenham assim intactos todos os seus nutrientes.

As sementes de chia são facilmente digeríveis não sendo necessário triturá-las para usufruir das suas propriedades.

Para preservar a frescura deste produto:

  • Evite a exposição ao calor.
  • Evite a exposição direta à luz solar
  • Retire todo o ar existente antes de fechar a embalagem
  • Feche bem o saco de pois de usar
  • Armazene num local fresco e seco

Este produto deve ser consumido no âmbito de um regime alimentar variado e equilibrado e de um estilo de vida saudável.

Precisa de adquirir o produto para o poder comentar