Loading...

Fold Cânhamo Sementes Descascadas 250g

As sementes de cânhamo descascadas Föld são uma fonte de proteína de alta performance: inclui todos os aminoácidos essenciais e é facilmente digerível e assimilável pelo corpo. É excelente para desportistas e vegans e tem uma ação anti-stress. Aprecie este superalimento, cuja cultura foi uma das primeiras na história da humanidade. 

O que é o cânhamo?

O cânhamo é uma planta muito resistente, de crescimento rápido, com folhas pontiagudas, pertencente à família das Urticáceas e originária do Oeste da Ásia.

A planta do cânhamo é uma das mais antigas e perseverantes, com a capacidade de crescer em solos pobres, na maioria das zonas climáticas e em altitudes até 3000 metros acima do nível do mar.

Hoje em dia é amplamente cultivada em várias partes do mundo, inclusivé na Europa.

As primeiras culturas em larga escala, da história da humanidade, foram de Cânhamo e tiveram início em meados de 8.000a.C., no Médio Oriente.

Pensa-se que os Mongóis, Tártaros e Japoneses já conheciam esta planta, utilizando a sua fibra para a produção de vestuário, antes mesmo da seda e do algodão. O Japão tem uma tradição religiosa que impõe ao Imperador o uso de roupas de cânhamo. Para esta tradição há uma pequena parcela de terra - canhameiral - mantida para a família imperial.

A fibra de cânhamo era também largamente utilizada na produção de papel desde o ano de 207a.C., na China. Em 1456, na Europa, Gutemberg desenvolveu a imprensa utilizando papel à base de cânhamo, papel este também usado no rascunho oficial da Declaração de Independência dos Estados Unidos da América. Rembrandt e Van Gogh pintavam em telas produzidas com cânhamo e os primeiros jeans da Levis, em 1900, foram manufaturados com Cânhamo.

Em Portugal, o cânhamo foi cultivado desde o séc. VIII, por influência árabe e assumiu uma grande importância por volta dos séc. XV e XVI, na época dos descobrimentos, pois era a partir das suas fibras que eram produzidos os cabos e as velas das naus e das caravelas portuguesas.

Existem, hoje em dia, companhias industriais a fabricar materiais isolantes, substitutos do betão, da fibra de vidro e de plásticos, a partir do caule da planta de cânhamo, principalmente na França e na Alemanha. Mais recentemente ganharam protagonismo as sementes de cânhamo pelo ser enorme valor nutricional com marcados benefícios para a saúde humana.

As suas inúmeras aplicações fazem desta planta a mais versátil do mundo.

 

Quais as suas propriedades?

As sementes de cânhamo têm um perfil nutricional impressionante e único, sendo um excelente complemento à dieta diária: são uma ótima fonte de proteínas de origem vegetal de elevada qualidade, ácidos gordos essenciais insaturados, fibra dietética, antioxidantes e um leque muito interessante de vitaminas e minerais. As sementes de cânhamo não contêm nenhuma substancia psicótropica.

As sementes de cânhamo são uma das maiores fontes de ácidos gordos essenciais (ómega 3, 6 e 9). Os ácidos gordos poli-insaturados ómega 6 (Ácido linoleico) e ómega-3 (ácido linolénico) encontram-se no equilíbrio perfeito, de 3:1, para o nosso organismo. Estes ácidos gordos não podem ser produzidos pelo corpo humano, e devem ser fornecidos através da alimentação, sendo imprescindíveis para um organismo saudável. São necessários, por exemplo, para a construção das membranas das células, redução da gordura do sangue e do colesterol LDL, equilíbrio hormonal e saúde da pele e do cabelo. São também precursores das substâncias envolvidas na regulação da pressão arterial e nas respostas inflamatórias. Os ácidos gordos ómega 3, 6 e 9, são ainda essenciais para optimizar a função cardiovascular e imunitária e ajudam o corpo a queimar as gorduras em excesso. A sua insuficiência pode levar a doenças metabólicas graves.

As sementes de cânhamo são uma fonte rica em proteínas (34% da massa total). As proteínas presentes nas sementes de cânhamo contêm todos os oito aminoácidos essenciais e são facilmente digeríveis e assimiladas pelo corpo humano. Devido à sua perfeita composição em proteínas, as sementes de cânhamo são muito populares entre os atletas e vegans.

As proteínas são compostos feitos de cadeias de aminoácidos que formam a estrutura das várias funções do organismo, incluindo as enzimas, os anticorpos, a hemoglobina, as hormonas e os componentes estruturais do tecido para o crescimento e manutenção. A semente de cânhamo é composto por dois tipos principais de proteína: edestina (65%) e albumina (35%).

A proteína edestina só é encontrada nas sementes de cânhamo. Auxilia a digestão e é considerada a “espinha dorsal” do DNA das células.

Esta proteína é semelhante às proteínas globulares do corpo humano encontradas no plasma sanguíneo. A proteína edestina é utilizada pelo organismo na produção de anticorpos, vitais para manter um sistema imunológico forte e saudável.

Uma vez que a proteína edestina se assemelha à globulina no plasma do sangue é altamente compatível com o sistema digestivo humano. Esta pode ser a razão pela qual não existem relatos de alergias alimentares aos alimentos de cânhamo.

A proteína do cânhamo contém uma quantidade favorável de ácido glutâmico. O ácido glutâmico é um neurotransmissor que ajuda as pessoas a lidar com o stress psicológico e com o stress relacionado com o excesso de trabalho.

A albumina é outra proteína de alta qualidade e é similar à encontrada na clara do ovo. É facilmente digerível e é uma das principais fontes no combate aos radicais livres.

A digestão transforma a proteína de cânhamo em aminoácidos que são os blocos de construção básicos necessários para o crescimento e manutenção dos tecidos do corpo, incluíndo os músculos.

A proteína de cânhamo contém todos os 20 aminoácidos conhecidos - incluindo os nove aminoácidos essenciais (AAE). Estes aminoácidos são rotulados como "essenciais" porque o corpo humano não os consegue produzir por si só, devendo ser incluídos na alimentação. Uma dieta deficiente em AAE pode levar a doenças degenerativas e outros problemas graves.

A proteína de cânhamo é livre de inibidores da tripsina. A tripsina é uma enzima-chave, essencial à digestão, que quebra as ligações peptídicas nas proteínas, permitindo a sua absorção mais eficiente pelo corpo humano. Os inibidores de tripsina são frequentemente encontradas noutras fontes ricas em proteínas, como a soja As sementes de cânhamo não só contêm uma proteína de alta qualidade, disponível em quantidades elevadas, como também são livres de inibidores que impedem a digestão de proteínas tornando cânhamo altamente digerível.

As sementes de cânhamo são ricas em fibras dietéticas. As fibras ajudam a manter o sistema digestivo saudável e facilitam o trânsito intestinal. A fibra dietética encontrada na cânhamo é composta primariamente por fibras insolúveis.

Contêm também antioxidantes e minerais, especialmente magnésio, ferro, cálcio e sódio e, em menores quantidades têm fósforo, zinco, cobre e manganésio.

As sementes de cânhamo são um alimento perfeitamente equilibrado para todos, em particular vegans, desportista e pessoas com um estilo de vida activo.

As sementes de cânhamo descascadas têm um agradável sabor a noz, levemente adociacado. É possível adicioná-las a praticamente todas as refeições ou comê-las como um snack saudável.


Seleccionar
quantidade
Euro €9,90
Dollars USD 11,77
Reais Real 36,92
0 Opiniões
Wishlist
BENEFÍCIOS PARA A SAÚDE

A produção de cânhamo é uma das mais ecológicas que existe e as sementes são conhecidas por serem umas das mais nutritivas do planeta, com vários benefícios para a saúde:

  • Reforço do sistema imunitário
  • Equilíbrio nervoso
  • Reforço do sistema imunitário
  • Promoção da saúde do cabelo e da pele
  • Propriedades anti-inflamatórias
  • Prevenção do envelhecimento prematuro
  • Redução do mau colesterol
  • Promoção da saúde cardiovascular
  • Ajuda na prevenção da osteoporose
  • Queimar o excesso de gorduras
  • Saúde e oxigenação do sangue

Experimente os inúmeros benefícios desta semente deliciosa.

Junte diariamente uma a duas colheres de sopa de sementes de cânhamo de Föld descascadas a cereais, saladas de fruta ou de vegetais, molhos, ou iogurtes. As sementes de cânhamo descascadas são também ideais para espalhar sobre saladas, massas e arroz.

Também pode comê-las directamente, como um snack saudável, adicioná-as a bebidas energéticas, ou usá-las na confeção de bolos.

Para preservar a frescura deste produto:

  • Evite a exposição ao calor
  • Evite a exposição direta à luz solar
  • Retire todo o ar existente antes de fechar a embalagem
  • Feche bem o saco de pois de usar
  • Armazene num local fresco e seco

Este produto deve ser consumido no âmbito de um regime alimentar variado e equilibrado e de um estilo de vida saudável.

Precisa de adquirir o produto para o poder comentar