Loading...

Fold Cacau em Pepitas 150g

O cacau em pepitas Föld é rico em flavonóides, com ação antioxidante, contribuindo para a prevenção da arterosclerose. Descubra este superalimento considerado pelos astecas de origem divina, que promove sentimentos de bem estar devido ao seu conteúdo nas “hormonas da felicidade”.

O que é o Cacau?

Provavelmente já ouviu dizer que o chocolate faz bem à saúde, especialmente o chocolate escuro. A razão para tal afirmação é que quanto mais escuro é o chocolate, maior o seu teor de cacau. O cacau foi colhido pela primeira vez há mais de três mil anos, para obtenção dos grãos que produzem o chocolate, pelos Olmecs, antiga civilização sul-americana. Este povo começou a cultivar árvores de cacau no México desde 1000 aC. Nos anos posteriores, o cacau tornou-se uma cultura valorizada por sucessivas civilizações em toda a América Central e do Sul, incluindo os maias, astecas e incas, que desenvolveram métodos mais avançados de crescimento do cacau e processamento dos seus grãos para fazer produtos comestíveis.

Os astecas amavam o cacau e chamavam-lhe o “alimento dos Deuses” uma vez que o consideravam de origem divina. Este povo atribuía o cacau ao seu deus Quetzalcoatl. De acordo com lendas antigas Quetzalcoatl tinha viajado desde o céu, no braço de uma estrela para trazer aos aztecas uma árvore que havia sido roubada do paraíso: a planta do cacau.

O cacau era usado como um tempero amargo, como base para massas e pão, e mais popularmente consumido na forma de uma bebida feita a partir de grãos torrados e moídos misturados com água quente, pimenta e farinha de milho. Esta mistura era depois agitada para obter um líquido espesso, espumoso e picante conhecido como xocoatl. É relatado que o imperador Montezuma Maia mandaria mais de 2.000 garrafas desta bebida para consumo numa única festa.

Mas o cacau não foi valorizado apenas pelo seu sabor, os grãos de cacau eram utilizados como moeda e em cerimónias religiosas. O cacau tem uma enorme importância cultural para os povos nativos da América do Sul.

Foi em meados do século XV que Cristóvão Colombo trouxe para a Europa os benefícios do cacau e a sua popularidade espalhou-se rapidamente sendo usado para criar as primeiras barras de chocolate após a adição de leite e açúcar.

Durante o século 18, começaram a surgir em Londres as primeiras casas de chocolate e a disseminação do cacau como um alimento de referência tornou-se parte da história.

Hoje, a planta do cacau é plantada principalmente no México e na América do Sul e em todo o mundo as pessoas associam o chocolate ao bem-estar e ao prazer.

A planta do cacau é uma árvore pequena e perene que prospera em climas tropicais, principalmente na América do Sul, crescendo nas florestas férteis em torno do rio Amazonas. Requer um clima constante, com temperaturas entre os 21 e os 32ºC, e no mínimo 10cm de precipitação por mês. O seu fruto fornece cacao (também conhecido como cacau), o material de base utilizado para a produção de chocolate. Embora o chocolate processado seja rico em gordura e açúcar, o cacau em si é um superalimento rico em antioxidantes e com reconhecidos benefícios para a saúde. A planta do cacau dá origem a uma vagem que leva cerca de seis meses a amadurecer e é a partir dela que são obtidos todos os produtos do cacau. Estas vagens podem ter até 40 centímetros de comprimento, têm a forma de uma bola de rugby, com espessos sulcos longitudinais e uma casca que varia do amarelo ao vermelho, laranja ou até mesmo roxo.

O cacau está disponível em diversas formas: pó, pasta, manteiga, pepitas ou grãos. Os grãos de cacau são extraídos diretamente da vagem. Estão no seu estado natural, inteiros e não transformados. As pepitas de cacau são grãos de cacau que foram partidos em pedaços mais pequenos, tornando-os mais fáceis de mastigar e de desfrutar. A pasta de cacau é obtida a partir dos grãos de cacau, na sua forma inteira, que são triturados num líquido, comumente chamado de licor de cacau. Este líquido é então seco, dando origem à pasta de cacau. A manteiga de cacau é a gordura, extraída dos grãos de cacau. Finalmente, o pó de cacau é o que resta do licor de cacau depois da extração da gordura.

Desde os tempos antigos que o cacau encontrou um lugar na alimentação de quase todos os povos. É frequentemente apreciado fresco, no seu estado natural, e um componente popular na elaboração do chocolate.

Os grãos de cacau são um ingrediente vital no chocolate, contendo mais de 1.200 substâncias que são responsáveis pelo sabor rico e complexo, exclusivo do chocolate, sabor este que não pode ser replicado de forma sintética. Mas, para além de sabor o cacau oferece também uma série de benefícios para saúde.

 

Quais as suas propriedades?

O cacau contém uma grande quantidade de antioxidantes, em especial flavonóides. Graças a eles, o cacau age preventivamente contra doenças cancerígenas e cardiovasculares. Os flavonóides são um tipo de antioxidante encontrado em plantas. Os antioxidantes são pequenas moléculas que são capazes de neutralizar os radicais livres impedindo-os de atacar as células saudáveis. Os radicais livres podem causar danos no DNA levando ao aparecimento de doenças degeneraivas, como o cancro e também estão implicados no processo de envelhecimento.

Está provado que os flavonóides reduzem a pressão arterial e ajudam a prevenir a formação de coágulos no sangue e a reduzir a inflamação, o que combinado diminui o risco de doença cardíaca. O cacau tem uma concentração de anti-oxidantes mais elevada do que o vinho tinto, mirtilos e chá verde.

Um conhecido estudo da Harvard Medical School investigou os efeitos do cacau nos índios Kuma do Panamá, que consomem grandes quantidades de bebida de cacau Os resultados foram surpreendentes: a sua incidência de cancro, doenças cardíacas, acidente vascular cerebral e diabetes é de apenas 10%, o que se acredita ser devido à quantidade de flavonódes presentes na sua dieta. Consumir cacau cru promove a saúde cardiovascular, regula a pressão arterial e diminui o ricos de ataque cardíaco.

Vários estudos demonstram que o cacau é rico em neurotransmissores: a serotonina, a anandamida, a dopamina e a feniletilamina produtos químicos específicos do nosso cérebro que promovem a perspectiva positiva, facilitam o rejuvenescimento global e influenciam positivamente o humor. Estas substãncias são conhecidas como as “hormonas da felicidade” porque promovem sentimentos de felicidade e bem-estar. A serotonina é um anti-stress e antidepressivo, anandamida e dopamina aumentam a sensação de prazer e a motivação.

Comer cacau provoca a libertação de endorfinas que dão uma sensação de prazer que pode reduzir a depressão, aumentar a clareza mental, e promover uma sensação geral de bem-estar.

O cacau e uma das melhores fontes alimentares de magnésio, mineral que equilibra a química do cérebro e ajuda a construir ossos fortes. Também contém muitos outros minerais tais como: enxofre, potássio, cálcio, ferro, crómio, zinco, manganês, cobre e sódio. O cacau contém vários aminoácidos entre os quais o triptofano, aminoácido essencial utilizado pelo cérebro, para produzir a serotonina, um neurotransmissor importante nos processos bioquímicos do sono e do humor.

O cacau contém ainda teobromina, um alcalóide da família da cafeína com ação vasodilatadora, útil na regulação da pressão arterial e com um efeito estimulante. Ainda que a teobromina e a cafeína sejam semelhantes por serem alcalóides, a teobromina tem menos impacto no sistema nervoso central.

O cacau tem um sabor naturalmente amargo. Muitos acham que esse superalimento pode ser melhor apreciado se for adoçado resultando num sabor mais agradável e menos amargo.


Seleccionar
quantidade
Euro €8,40
Dollars USD 9,99
Reais Real 31,32
0 Opiniões
Wishlist
BENEFÍCIOS PARA A SAÚDE

O cacau, fonte de antioxidantes, magnésio, crómio e ferro, é conhecido como o alimento mais complexo do planeta. Assim os benefícios do cacau são:

  • Aumento da energia e da vitalidade
  • Promoção de sentimentos de felicidade e bem estar
  • Ação como antidepressivo
  • Estabilizador do humor
  • Diminuição do stress
  • Prevenção de problemas cardiovasculares
  • Diminuição do nível de mau colesterol no sangue
  • Redução do risco de acidente vascular cerebral
  • Redução da pressão arterial
  • Melhoria da circulação
  • Neutralização do efeito dos radicais livres
  • Prevenção do envelhecimento prematuro
  • Melhoria da memória e da concentração
  • Tradicionalmente utilizado como afrodisíaco

Desfrute do sabor do chocolate, sem se preocupar com as calorias e usufrua de todos os benefícios para a saúde que este superalimento proporciona.

Consuma diariamente 1 a 3 colheres de sopa de pepitas de Cacau Föld, adicionando-as a cereais, saladas de fruta, iogurtes, batidos ou utilize na confeção de sobremesas. Não exceder o máximo de 50g por dia.

Para preservar a frescura deste produto:

  • Evite a exposição ao calor
  • Evite a exposição direta à luz solar
  • Retire todo o ar existente antes de fechar a embalagem
  • Feche bem o saco de pois de usar
  • Armazene num local fresco e seco

Este produto deve ser consumido no âmbito de um regime alimentar variado e equilibrado e de um estilo de vida saudável.

Precisa de adquirir o produto para o poder comentar